« Home | MAIS UMA REACÇÃO CORPORATIVA » | O Compromisso Portugal [2] Senhoras e senhores: os... » | O Compromisso Portugal [1] Êxodo 34,29 » | O “bom e útil” Pacto » | Lá como cá » | CHEGOU O CORREIO » | Juiz confinado » | «Sindicalismo no Supremo?» » | Notários contra o Estado » | RECOMEÇAR SEMPRE * "Tudo está já dito;.mas como n... »

JOGAR XADREZ



Nada acontece por acaso.
Costumam dizer alguns com um ar nostálgico ou misterioso.
.
Nada acontece por acaso.
É. Como num jogo de xadrez.
Nada acontece por acaso.
.
Pinto Monteiro perfilou-se para as eleições ao Supremo Tribunal de Justiça ao lado de Noronha Nascimento, como antes quando ao lado de Aragão Seia, concorria para o 4º cargo da Nação.
.
Subitamente, e apesar de não ser um dos nomes sonantes para o lugar de PGR, surge dos bastidores, mais uma vez de um véu de silêncio como o pacto para a Justiça e, é o novo PGR.
.
Não falo nem de Noronha nem de Pinto Monteiro. E não falo porque não o quero fazer.
.
Mas falo do jogo de xadrez a que venho assistindo todos os dias.
As peças movem-se no tabuleiro, os jogadores fazem-no de forma silenciosa e, não tarda, temos um xeque ao Rei e nem sabemos como.
É evidente que a colocação de Pinto Monteiro como PGR, faz avançar Noronha Nascimento uma série de casas, como um Bispo que pode deslizar num tabuleiro direitinho à peça que quer derrubar ou direitinho à casa onde se pretende que proteja a rainha. Nunca o Rei.
.
Dizem alguns que as eleições ao Supremo nunca foram tão directas.
E não é que eu penso o mesmo?
Só que já não se decidem democraticamente, decidem-se estrategicamente e nos bastidores do Poder Executivo.
A LEI, que aplico todos os dias em nome do Povo e para o Povo, está a ser exteriormente manipulada a toda a hora.
Será que a Venda que a Justiça tem nos olhos descaiu e lhe caiu para a boca?
.
ACCB
Sobre este assunto, no passado próximo ler aqui e aqui.

Vamos ver se, pelo que para aí se diz,...não arranja uma guerra entre o MP e os Juízes, liderada por dois Juízes.
Há jogos de xadrez perigosos.
Porque será?

Enviar um comentário

ligado

Criar uma hiperligação