« Home | União Europeia alarga-se » | A EXCELÊNCIA PORTUGUESA, AQUÉM E ALÉM FRONTEIRAS » | Magistrados municipais e oficiais de justiça em Fó... » | DE SUA JUSTIÇA » | JOGAR XADREZ Nada acontece por acaso. Costumam d... » | MAIS UMA REACÇÃO CORPORATIVA » | O Compromisso Portugal [2] Senhoras e senhores: os... » | O Compromisso Portugal [1] Êxodo 34,29 » | O “bom e útil” Pacto » | Lá como cá »

A CULTURA DO MEDO

A Deutsche Oper de Berlim anunciou na segunda-feira que vai substituir quatro apresentações de "Idomeneo" programadas para novembro por "As bodas de Figaro" e "La Traviata".
A companhia berlinense disse que tomou a decisão depois de as autoridades de segurança de Berlim terem avisado que, se as apresentações originalmente previstas se concretizassem, seria criado um "risco incalculável de segurança".
Na produção, dirigida por Hans Neuenfels, Idomeneo, o rei de Creta, é mostrado cambaleando sobre o palco, ao lado das cabeças decepadas de Buda, Jesus, Poseidon e Maomé, colocadas sobre cadeiras.
"A real tragédia da vida é quando os homens têm medo da luz".

Dizia Michel Foucault que o séc.XX foi o século do fundamentalismo ateu, no qual o Estado procurou por todos os meios suprimir e ocupar a dimensão religiosa da vida humana; o séc. XXI será o século do fundamentalismo religioso, como os últimos sinais revelam.

O pior cego é aquele que não quer ver!

O sec XXI é o da mística. Quanto ao tema. Os garantistas do multiculturalismo que se ponham a pau: hoje é a opera, amanhã são as n filhas , irmãs e esposas a usar as vestes que lhes retira a beleza.O Ocidente dá a traseira em nome de quê ? Há que ser intolerante com os intolerantes anti-ocidentais!

Eu diria mais ainda. No séc. XXI veremos, de mãos dadas, a intolerância religiosa (leia-se: fundamentalismo islâmico) e a intolerância à própria religião (leia-se: fundamentalismo ateu europeu ocidental). Apesar de tudo, diga-se o que se quiser, a América é ainda, neste particular, o mais equilibrado dos dois mundos. E oxalá continue a ser, a bem de todos nós.

À cautela, deviam era ter posto em cena o "Nody e as bolas saltitantes".
Nunca se sabe se algum espírito mais susceptível se sentirá ofendido pelas "Bodas de Fígaro" ou pela "Traviata".
Pobre Europa. Quem te viu e quem te vê.

Enviar um comentário

ligado

Criar uma hiperligação