« Home | Os artistas que melhoram as nossas vidas » | Auto-defesa em processo penal » | FORMAÇÃO E/OU SELECÇÃO - ITÁLIA » | A Justiça no protocolo de Estado » | Casamentos Gay » | A CORRUPÇÃO ... EM VÉSPERAS DE NOVO CÓDIGO » | Sigilo bancário (actualizado) » | Actividades da CIA na Europa » | Legitimidade democrática e Poder Judicial » | A legitimidade democrática e a presidência do Supr... »

Um cartoon, um manifesto e um ultimatum

Não ouso afirmar que uma geração que consente deixar-se representar pelo futebol «é uma geração que nunca o foi. É um coio d’indigentes, d’indignos e de cegos! É uma resma de charlatães e de vendidos, e só pode parir abaixo de zero! Abaixo a geração!» - Almada Negreiros, sobre "um Dantas", no Manifesto Anti-Dantas e por extenso.
Mas não resisto a transcrever esta afamada conclusão do Ultimatum Futurista às Gerações Portuguesas do séc. XX, atrevendo-me a trocar, por pudor, uma palavra:

«O Povo completo será aquele que tiver reunido no seu máximo todas as qualidades e todos os defeitos. Coragem Portugueses, só nos faltam as qualidades».

ligado

Criar uma hiperligação