« Home | A arte de bem transmitir aos jornalistas toda a me... » | Inquérito sobre a utilização da informática pelos ... » | Micro-contributo para o "Programa Legislar Melhor"... » | Escutas: os custos e os benefícios » | Contribuindo para um Portugal melhor » | Um cartoon, um manifesto e um ultimatum » | Os artistas que melhoram as nossas vidas » | Auto-defesa em processo penal » | FORMAÇÃO E/OU SELECÇÃO - ITÁLIA » | A Justiça no protocolo de Estado »

Investigação criminal: milhares de testes ADN num único inquérito na Alemanha

A polícia alemã procura um violador de duas raparigas menores de idade, recaindo as suspeitas sobre todos os cidadãos do sexo masculino, entre 25 e 45 anos de idade, residentes em Coswig, Hellerau e na zona norte de Dresden.

Imagem: fila para realizar o teste ADN


Foi determinado que todos os habitantes com esse perfil sejam notificados para comparecerem na esquadra, para testes de ADN (à saliva), podendo abranger o número inacreditável de 100.000 cidadãos - número total de cidadãos residentes nessa área, com as referidas características -.

Cerca de três mil pessoas já realizaram o teste, dando início a uma operação inédita... pela sua dimensão.

Fonte da notícia/ imagem: Berliner Morgenpost
In Blog de Informação


"suspeitas sobre todos os cidadãos do sexo masculino, entre 25 e 45 anos de idade,..."

Olha se cá se lembram de pôr todo o pessoal masculino a cuspir para um tubo de ensaio por causa de um crime de violação?
Era o bom e o bonito.
Todos a cuspirem. O que vale é que o nº de cidadãos portugueses não é tão alargado.
Mas era "giro".
-"Posso sair hoje mais cedo pra ir cuspir por causa de ser suspeito de um crime de violação?"

OU:

-"Senhora funcionária, escreva: - A audiência de julgamento terminará hoje pelas 15h00 porque , uma vez que o Juiz titular do processo é suspeito de crime de violação e tem de fornecer a sua saliva para análise no laboratório que encerra às 16hoo, não pode prosseguir até à hora normal. Notifique."

Ou:
"Encerrado para despiste de suspeita de crime de violação. Volto já!

Isto é o que se chama investigação alargada!

Enviar um comentário

ligado

Criar uma hiperligação

Quem diz?

  • ACCB (Cleopatra)
  • Ana C. Bastos (actb)
  • Ana C. Nogueira
  • Ana R. Costa Pereira
  • António Gomes
  • Igreja Matos
  • J F Moreira das Neves
  • João Paulo Vasconcelos Raposo
  • Joel Timóteo Pereira (J.T.P.)
  • Jorge M. Langweg
  • Manuel Soares
  • Pedro Soares de Albergaria
  • Raquel Prata
  • Teresa Garcia Freitas
  • V. S. Santos

Diz coisas

Diz quantos

    unique visitors counter

Diz ali

Web 2.0

    Diário do dia
    Bases Jurídico-Documentais
    Gabinete de Documentação e Direito Comparado
    YouTube
    MySpace
    Flickr
    Wikipedia
    PodShow
    Blogger Templates