« Home | ATÉ SEMPRE - apenas noutro lugar » | Alteração do Código Penal - Art. 50.º, n.º 5 » | Hasta cuándo? » | E pur si muove » | O segundo "F" » | Divulgação: Relatório Minoritário » | A "GENERALA" » | A teia e suas minudências na «Arquitectura dos Tri... » | «Paperwork» » | A propósito de Crimes Menores in- Jornal de Notíci... »

Ladram uns cães a distância

Ladram uns cães a distância
Cai uma tarde qualquer,
Do campo vem a fragrância
De campo, e eu deixo de ver.
.
Um sonho meio sonhado,
Em que o campo transparece,
Está em mim, está a meu lado,
Ora me lembra ou me esquece,
.
E assim neste ócio profundo
Sem males vistos ou bens,
Sinto que todo este mundo
É um largo onde ladram cães.
.
Fernando Pessoa
Poesias Inéditas

"É um largo onde ladram cães."

Para além de ganhar cor... O Blog vem ganhando som....

Bem, Força teve desde o início...

Que lhe falta agora?

A alegria e a coragem de permanecer.

Em tempo: A frase faz-me lembrar um exercício de destrava línguas...

O caminho que se vem percorrendo fez-me pensar:

Os cães ladram, e a caravana passa...

Ou então, parafraseando a sabedoria popular, sempre incisiva e certeira, « Palavras ocas, orelhas moucas ».

Enviar um comentário

ligado

Criar uma hiperligação