« Home | «A aritmética do direito» » | Um certo olhar sobre o mundo » | Protocolo de Estado » | FORMAÇÃO E/OU SELECÇÃO - ESPANHA » | Em busca da produtividade judicial » | A Justiça no protocolo » | Revisão do Código Penal - Art. 43.º » | Uma pequena luz ... no fim do caminho » | A percepção da criminalidade (no Reino Unido) » | Divulgação: Mar Adentro »

Divulgação: Campanha eleitoral para a ASJP na web

Os juízes portugueses em exercício de funções nos distritos judiciais de Lisboa e Évora escolhem, no próximo dia 27 de Maio, os membros da Direcção Regional Sul e os últimos membros do Conselho Geral da Associação Sindical dos Juízes Portugueses.
A lista B criou e administra um blog de campanha, tendo a lista A mantido o site originalmente criado para esse efeito.

A jactância, o lápis azul e a inépcia (+ um p.s.)

O blog da lista B sofre de um insuportável didactismo jactante.
Num blog de campanha, querem eles dizer ou decretar (?) a versão oficial do que é, por exemplo, a independência do poder judicial...
Presunção e água benta, cada um toma a que quer. Por aqueles lados, parece que a primeira já está esgotada.

Eu colocaria este comentário no dito blogue, não fora o caso de a crítica não ser ali permitida. Já tentei colocar uma mensagem não alinhada que me foi censurada.

Mas se, olhando para a lista B, as coisas parecem mal, esperem até olhar para a lista A.
É que se, ao organizar o panfleto propagandístico que dá pelo nome de “Blog oficial da lista B”, os membros desta lista revelam a sua arrogância e o seu paternalismo vexatório, ao menos demonstram empenho, demonstram que estão dispostos a ceder o seu tempo pessoal ao serviço da judicatura portuguesa.
Os preguiçosos membros da lista A (regional Sul) nem isso fazem. Limitam-se a “cavalgar a onda” da vitória na Nacional e a “dormir à sombra da bananeira”.
“Fia-te na Virgem”...

Tirem-nos deste filme.

P.s. Por que razão o Dr. Joel Timóteo, que nunca escondeu, e muito bem, o que pensa sobre o associativismo da magistratura judicial, mas que sempre tem mantido uma salutar isenção na organização do seu blog, presta-se, agora, a publicar no mesmo meros folhetos de campanha (e não artigos de opinião)?
Estas atitudes têm um preço, mais adiante na estrada.

Quando fala da lista B (e dos méritos de, ao menos, fazer, embora com mérito duvidoso), devia falar apenas do colega Jorge M. Langweg.
É que o blog referido no post, apesar do nome, é um blog individual deste colega.

Os colegas andam desatentos.
Se é verdade que o colega Jorge M. Langweg escreve num blog que criou sozinho, não é menos verdade que o colega V. S. Santos (candidato pela lista A) escreve neste mesmo blogue, com uma qualidade notável.

E aqui: http://o-meu-monte.blogspot.com/
sem propagandas balofas

Há um motor de busca de jurisprudência excelente no BOLB, que permite simultâneamente pesquisar por termos nos sites do STJ e em todas as Relações.


Ana Barros

Enviar um comentário

ligado

Criar uma hiperligação