« Home | Alerta sobre a recolha ilegal de dados pessoais de... » | Apontamento sobre a produtividade: a dos Tribunais... » | Divulgação: A justiça no cinema » | Filhos de um Deus menor. » | Notícias GPLP » | ...tecnológico. » | Divulgação: Comércio Electrónico Internacional » | A parra, a uva e a vindima » | Do mito à realidade : o paradoxo da produtividade ... » | "O PAÍS PERDEU O JUÍZO" »

ABAIXO DE CÃO, ACIMA DE CÃO, AO LADO DE CÃO

Anunciou o Portugal Diário (lembrado pelo Blogue"dislexias", aqui ao lado), que foi apresentada uma petição à Assembleia da República para fazer do dia 6 de Junho o "Dia Nacional do Cão". O que é que aconteceu de especial nessa data para lembrar o cão? Fui averiguar. E percebi: em 1769, Marquês de Pombal colocou a Inquisição sob a protecção régia (o que é abaixo de cão, pois como se sabe a Inquisição nunca devia ter sido protegida); em 1944, deu-se o desembarque na Normandia (acima de cão, pois é certo que foi o primeiro passo do fim da guerra); 1949, a publicação do livro "1984" de George Orwell (ao lado do cão, claro e justo, já que foi ali que os animais começaram a dominar o mundo). Nada mais preciso, portanto, do que fazer desse dia o dia do cão.
Ainda curioso, pensei se não haverá algures um dia do gato. Não encontrei.
Mas encontrei no Brasil (www.mundorp.com.ber/rp.datas.htm) outro dia do cão. É em 4 de Outubro. Só que aí o cão está bem acompanhado, pois além desse dia ser também o dia dos animais (o que é evidente, pois toda a gente sabe que o cão não é um animal ou que, se for, há outros animais com quem ele não se dá), é também o dia do poeta (claro, o poeta, esse animal solitário das palavras) e do barman (pois sim, o que passa a noite a aturar animais bêbados, cães perdidos e poetas falhados).
Brasil onde há dias nacionais para todos: do carteiro (21.1), do agente fiscal (2.2), do obstetra (12.4), do serralheiro (23.4), do guarda-redes - ah... Ricardo, Ricardo, até este tem direito (26.4), da empregada doméstica (27.4), do cabeleireiro (11.5), do gerente bancário (15.5), do revendedor de lotaria (26.5), do porteiro (9.6) do educador sanitário (11.6), da telefonista (29.6) e do motorista (25.7), entre muitos outros. Menos dos juízes, que, bem feito, não têm dia nacional nem tem de ter.
Tem, no entanto, dia nacional a Justiça. É o dia 8 de Dezembro, "Dia da família, da justiça e do cronista desportivo" (o que está muito bem, pois há alguns na justiça que gostavam de ser comentadores desportivos e ao contrário também há). Dia da Justiça que, cuidadosamente, se pôs longe do Dia da Lei (este em 10 de Julho), já que, como sabemos, às vezes a justiça e a lei andam zangadas uma com a outra e nem se podem ver.
Já a Democracia se dá bem com tudo. No dia 25 de Outubro, no Brasil, é Dia do Dentista, da Democracia, da Construção Civil (este fenómeno também ali tão ligado à democracia...) e do Sapateiro (esse campeão dos democratas, que na hora de mudar a meia-sola não olha a classes sociais).
Só não percebi algumas malandrices brasileiras. O dia 13 de Dezembro é Dia do Cego e do Óptico (???). E o dia 9 de Outubro, aqui então com imensa maldade, é Dia do Atletismo, mas o dia seguinte é do Deficiente Físico.
Enfim, há dias e dias. E por falar nisso, daqui a pouco é de dia. Vou mas é dormir.
Abraço e até outro dia.
Manuel Soares

Adorei!

Muito engraçado

Por cá, podíamos estabelecer um dia para as "cambalhotas", é que elas são tantas.

Bom, vou ás favas antes que arrefecam

Já agora, hoje é o "Dia Nacional da Cortesia ao Volante"
(http://www.portaldocidadao.pt/PORTAL/pt/noticias/05_2006/NEWS_dia+nacional+da+cortesia+ao+volante.htm)

Ajudem-me.
Novas buscas, agora em www.coralx.ufsm.br/radio/mes07.html, levaram-me a descobrir o impensável.
Eu, orgulhosamente juiz, afinal, troca-tintas. nasci no Dia Nacional do Ministério Público. Não digo quando foi porque isso é problema meu.
Manuel Soares

Enviar um comentário

ligado

Criar uma hiperligação