« Home | Bem, se Voltaire dizia ... » | Voltaire » | O cravo e a ferradura - Parte III » | Faz de conta (que se executa) » | Desmistificar a confusão » | Um estudo prometido » | PAUSA DE PÁSCOA » | O acórdão "dos maus tratos" » | Finalmente, o "estudo"... » | O cravo e a ferradura - Parte II »

Uma inserção à margem

Embora o tema não o justifique, admito, redigi um pequeno texto onde analiso sumariamente o estudo que esteve na origem da alteração do período de férias judiciais de verão, apelidado por mim de Estudo 3 SIMPLEX, em homenagem à regra matemática à qual o mesmo se reduz.
Trata-se de um "pequeno divertimento sem dó maior", padecendo dos mesmos vícios de raciocínio do próprio estudo analisado. O humor - negro - reside no facto de se "demonstrar", com base nas premissas do estudo e no texto da lei agora em vigor, que o actual regime levará a um decréscimo da produtividade de 1,6%.
O tema não justifica a publicação do texto no Dizpositivo, pelo que será ele integralmente publicado na Dizpensa.

Li o comentário alargado. Parabéns pelo exercício humorístico e brilhante.

Adorei!

Enviar um comentário

ligado

Criar uma hiperligação